Supérfluo e essencial

Em outros tempos, o texto comportava a expectativa da longa duração. Na escrita, havia o cuidado em refrear o supérfluo e em aprofundar o raso. A meta era a sobrevivência do essencial. Ler, por sua vez, não era para toda hora. Tinha seus momentos, exigia atenção e respeitosa intervenção crítica. O conteúdo perdurava. Com o … Continue lendo Supérfluo e essencial

“Je suis Cajazeiras”, de Sônia Menezes

Sônia Meneses Professora da Universidade Regional do Cariri 30/01/2018 No dia 7 de janeiro de 2015, dois atiradores, Saïd e Chérif Kouachi, mataram 12 pessoas em Paris, incluindo parte da equipe do jornal Charlie Hebdo. Aquele atentado foi considerado um dos piores que Paris havia presenciado e, imediatamente, uma gigantesca comoção mundial se fez. O clamor, … Continue lendo “Je suis Cajazeiras”, de Sônia Menezes

Colagem de amor

[Por Vanessa Bortulucce, Historiadora da Arte] "Façamos colagem de amor. Pegar pedaços de papeis bem pequenos, recortes de textos, frases soltas, um pouco daquela música, colar no rosto dele, construir o teu desejo, o teu, apenas o teu, que se dane o dele. Espalhar a mão dela, que já conhece bem aquelas artes, pelos quadris … Continue lendo Colagem de amor

Ensino e indústria

Em minha modesta opinião, aulas não deveriam ser dadas em série, uma após a outra até o esgotamento da energia de professores e alunos. Sei bem o que é isso: muito antes de começar a lecionar, trabalhei como operário na linha de montagem industrial. Nela eu não tinha tempo de pensar, refletir, imaginar ou criar. … Continue lendo Ensino e indústria

Primeira resenha de meu livro “Felicidade”, pelo blog “Páginas Errantes”

Um ano atras, talvez, eu criei esse blog. Estava miserável, sentia falta da poesia e da literatura na minha vida. A melancolia costumava transitar com uma rebeldia sem explicação. Odiava meu curso, meus professores, meus pais, a mim mesmo. Reconhecia em mim imaturidade, imperfeição, falhas de caráter e falta de motivação. Foi logo depois […] via … Continue lendo Primeira resenha de meu livro “Felicidade”, pelo blog “Páginas Errantes”